Aprendendo a Incluir e Incluindo para Aprender

A sociedade atual exige uma escola para todos e que atenda ao perfil social vigente, além de ter de preparar cidadãos competentes para o convívio social.

Temos vivido momentos de reformulação social em que os papéis formadores, tanto da família quanto da escola têm sido amplamente questionados.

O entendimento de que cada aluno é único em sua forma de aprender e de conviver requer da escola a construção de novas formas de contemplar a todos, com competência.
Os professores, diante dessa realidade, tem tido de repensar o desempenho de seu papel profissional, sua forma de trabalhar e de se relacionar com seus alunos.

Em uma abordagem psicopedagógica, tenho a intenção de disparar uma reflexão e de instrumentalizar os professores sobre a importância de procedimentos inclusivos, comprometidos com a prática de um “olhar” diferenciado e amoroso, com o compromisso de democratizar o espaço escolar e promover desenvolvimento e aprendizagens.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.